quarta-feira, 5 de agosto de 2009

REGIS DANESE, FAZ UM MILAGRE EM MIM E FORRÓ DO MUÍDO

Esses dias uma polêmica tem batido as portas de alguns cristãos. A música evangélica que, possivelmente, se tornou a mais conhecida e mais tocada no último ano faz parte desta polêmica.

A música “Faz um Milagre em Mim”, do cantor Regis Danese, que se tornou um “rit” nacional, está no centro dessa controvérsia.

Recentemente a banda de forró “secular” “Forró Muído” regravou esta música e a tem tocado em várias rádios como também em seus shows.



Aqui mais uma vez encontramos um dilema entre o relacionamento Sagrado e Profano. Muitas vezes não é perceptível a linha fronteiriça desses dois mundos.
Alguns questionamentos nos vêm à mente com relação esta situação específica:

1) O sagrado está influenciando o profano ou se tornou tão sem “sabor” que o profano o banalizou?
2) O sal está salgando ou está sem sabor?
3) A mensagem cristã sendo ouvida desta forma tem alcançado mais pessoas ou tem perdido seu valor?
4) Tendo em vista a banalização da música algumas igrejas têm proibido seu uso nos cultos. Esta atitude tem validade ou não?
5) Em um show de forró, quando tocam está música, ele tem engrandecido a Deus ou o tem escarnecido?

Acredito que estamos diante de uma situação nova para muitos. Tem sido comum nos últimos anos a utilização de músicas evangélicas por parte de padres/músicos católicos. Porém não lembro situação semelhante, principalmente com uma música que foi aceita amplamente nas igrejas cristãs.
Esta postagem não tem objetivo oferecer conclusões sobre a questão. Nosso alvo tem sido informar e questionar as possibilidades.
Você que tem acompanhado nosso blog deixe sua opinião em COMENTÁRIOS logo abaixo do texto.
Contamos com sua participação e visão sobre o fato. (Por favor, identifique-se)

Celson Coêlho
Diretor do DEBQ-PE
Editor do Blog

2 comentários:

Juber Donizete Gonçalves disse...

Gostei de conhecer este blog. Parabéns pelas postagens. Sobre o Regis Danese, convido-os para conhecer meu blog, postei duas matérias sobre ele lá.

Graça e Paz.

EBQRECIFE disse...

Olá Juber Donizete!
Paz!
Temos uma grande satisfação na sua visita e comentário.
Também visitei seu blog e li as duas postagens sobre o tema. Parabéns pelo seu trabalho.
Contamos com suas orações.

Celson Coêlho

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante.
Porém, comentários ANÔNIMOS não serão publicados.
Celson Coêlho