quinta-feira, 30 de setembro de 2010

3ª EXPO QUADRANGULAR, veja como foi...



No domingo dia 12 de setembro de 2010, a Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ) no Grande Recife estava em festa. Foi realizada a 3ª EXPO QUADRANGULAR, Feira de Conhecimento Bíblico da Escola Bíblica Quadrangular (EBQ). Tendo início às 09:20h, a 3ª EXPO abordou as doutrinas e a história da IEQ. O tema deste ano foi: “Conhecendo a História, Construindo a Igreja.”


A EXPO QUADRANGULAR já é um evento consolidado na IEQ Pernambuco. Seu início deu-se no ano de 2008. Nasceu da necessidade de realizarmos um evento que desperta-se os alunos e professores da EBQ. Porém, não poderia ser uma atividade que fugisse do alvo educacional. Na 1ª edição, como projeto piloto, realizamos a EXPO com a EBQ Sede e mais duas igrejas como visitantes. Na segunda edição, a exposição foi aberta para todas as IEQ´s do Grande Recife.

Após dar as boas vindas e explicar o desenrolar da EXPO, o Diretor Estadual do DEBQ, Celson Coêlho, passou a palavra a pastora Mariana Angélica, SEEC-PE, que destacou a importância do evento e deu seu início oficial. O reverendo Sérgio Santos, Supervisor Estadual da IEQ, orou e abençoou a exposição.


Neste ano, além da IEQ Sede Recife, também participaram da exposição as IEQ´s dos bairros de UR-7 (Cidade de Camaragibe), de Caétes (Paulista) e Cajueiro (Recife). Contamos com 7 Estandes com os seguintes subtemas: cada uma das 4 doutrinas principais da IEQ, a história da IEQ mundial e nacional, a história de missões da IEQ e a Festa da Cores com as crianças.

Esta manhã de domingo foi marcada por uma festa de comunhão, cooperação e muita criatividade das equipes participantes. O público que esteve presente foi agraciado por explicações áudio-visuais com profundidade. Além de centenas de irmãos que puderam fortalecer seu conhecimento sobre a IEQ, também tivemos a presença de vários pastores e diretores das EBQ´s.


Em seu final, por volta das 11:30h, o Diretor Estadual, Celson Coêlho relembrou o desafio de mantermos a “chama” da EXPO acesa em nossas EBQ´s. A “chama” de dedicação, de pesquisa, de cooperação, de criatividade deve ser a realidade de nossas EBQ´s. Relembrou que a EXPO marcará a vida de muitos irmãos e dará muitos frutos em seu tempo.




Celson Coêlho

Diretor Estadual DEBQ-PE

Editor do Blog


VEJAM como foi a 1ª EXPO QUADRANGULAR: clique AQUI

terça-feira, 21 de setembro de 2010

SALMOS 51, uma reflexão

(imagem extraída de http://www.marechaldeodoro.al.gov.br/noticias/index.asp?vCod=118&idioma=pt)

Um salmo poderia ser uma oração ou uma canção. Não semelhante ao que temos hoje. Eram palavras que expressavam o que realmente o seu autor estava vivendo ou pensando.
No Salmo 51 temos a expressão de arrependimento do rei conhecido como “homem segundo o coração de Deus.” Davi cometera grande mal. Adulterou com Bete-Seba e maquinou a morte de seu esposo (para resumir a história de 2Rs 11).
Davi chega diante de Deus como alguém que está necessitado. Vejamos...

(V1) Ele clama pela misericórdia de Deus. Alguns não sabem diferenciar misericórdia da graça divina. Graça é Deus conceder aquilo que não merecemos. Misericórdia é não conceder aquilo que merecemos. O Novo testamento é claro que o salário do pecado é morte. Davi merecia receber o pagamento do seu pecado. Na verdade ele está dizendo: não me dá aquilo que mereço. Tem misericórdia de mim. Assim começa sua conversa com Deus...

(V2-5) Fui eu mesmo! Davi assume seu pecado. Algo tão difícil em nossos dias. Esses versos estão na primeira pessoa: EU! Gostamos de usar o EU no sucesso, na vitória, nas honras... Dificilmente usamos o EU para assumir nossos erros. “Minha iniqüidade”, “meu pecado” (V2); “minhas transgressões” (V3); “pequei”, “fiz o que é mal” (V4). Somos especialistas em “desculpologia”. Inventamos desculpas para tudo. É a herança maldita de Adão. Ele disse para Deus que a culpa de comer do fruto estava na “mulher que me deste” (Gn 3.12) Temos a síndrome da perseguição. Não consegui por que estão contra mim. Fizeram-me errar! Quem abriu os olhos de Davi para esta realidade foi o profeta Natã. Ele chamou a atenção de Davi: “tu és o homem!”. (2Sm12.7) O rei que obteve vitórias em grandes batalhas, que demonstrou coragem nas guerras, começando no confronto com o gigante Golias, agora demonstra semelhante coragem em assumir seu pecado diante de Deus: Pequei! Fui eu!

(V7-12) Confiança no amor de Deus. Davi sabe que Deus pode limpá-lo. Pode curá-lo. Ele expressa dependência ao Deus todo poderoso e revela que não é capaz de, por si próprio, se livrar do pecado. “Purifica-me!” De imediato vem a confiança: “e ficarei limpo!” Conheci um jovem cristão em Manaus que trazia sobre si uma grande culpa por algo que havia cometido. Ele não tinha voltado ao mesmo erro. Havia deixado para trás. Já havia pedido perdão a Deus. Ou seja, demonstrava sinais de real arrependimento. Contudo, todas ás vezes que tínhamos uma oração mais particular, com pessoas íntimas, ele entrava numa sessão de choro sem fim. Sempre declarando que se achava indigno para o serviço cristão. Não desfrutava do perdão de Deus. Estava escravizado! Não confiava no amor e misericórdia divinos. Pessoas assim perdem a alegria da salvação (v12). Não sentem mais liberdade no Corpo de Cristo (espírito voluntário – v12).

(V13-15) “Ensinar” (v13), “exaltar a justiça de Deus” (v14) e “manifestar louvores” (v15) são ações possíveis, de forma íntegra, quando estamos sarados por Deus. Devemos louvar a Deus e abençoar as pessoas através do serviço cristão. Essas atitudes serão verdadeiras quando os nossos corações estiverem “abertos” diante de Deus. Quando reconhecermos nossos pecados e confessarmos a Ele. Quando confiarmos em seu amor e misericórdia.
Enquanto refletia neste texto, ouvia uma canção do “Ministério Diante do Trono” que em determinado momento declara: “as feridas não saradas atrapalham a visão”. Algo assim passava pela cabeça de Davi. Sabia que se continuasse ferido por causa do seu pecado, não teria uma visão correta de Deus e do serviço na obra do Senhor. Se queremos ter nossa visão aberta em relação a Deus e ao serviço cristão, devemos, continuamente, buscar a Deus de forma contrita e verdadeira.

(Reflexão compartilhada na Manhã de Oração no domingo, dia 01/08/10, antes da EBQ na IEQ Sede Recife)


Celson Coêlho
Diretor DEBQ-PE
Editor do Blog

domingo, 12 de setembro de 2010

FOTOS DA 3ª EXPO QUADRANGULAR

Pastora Mariana, SEEC - Abertura


Estande 3ª Doutrina - Classe de Homens Sede



Estande História da IEQ - Classe de Mulheres Sede




Vista Parcial (da galeria)


Estande 4ª Doutrina - IEQ Cajueiro


Vista Parcial (do púlpito)


Estande Missões Quadrangular, Aimee - IEQ UR7



Celson Coêlho - DEBQ Estadual


Estande Festa das Cores - Classe de Crianças IEQ Sede


Parte dos Professores Envolvidos


Alguns Diretores


Professores da IEQ Sede
Juntamente com Pr. Sérgio Santos, Supervisor Estadual da IEQ, e Celson Coêlho, Diretor Estadual DEBQ

EM BREVE:
  • MAIS FOTOS NO ORKUT
  • "RELEASE" DA 3ª EXPO AQUI NO BLOG

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

3ª EXPO QUADRANGULAR