quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

TEOLOGIA SISTEMÁTICA HOJE, Conferência de Teologia em João Pessoa

Após ministrar no Mackenzie, no II Congresso Internacional de Religião, Teologia e Igreja, Wayne Grudem viaja para João Pessoa - PB onde junto com Franklin Ferreira e Jonas Madureira participará da Conferência de Teologia Vida Nova. Este grande evento acontecerá na Igreja Cidade Viva em parceria com os seminários locais. Confira o tema e mais detalhes:


Tema: TEOLOGIA SISTEMÁTICA HOJE

De 17 a 19 de março de 2011

Palestras:

8 DESAFIOS PARA OS LÍDERES CRISTÃOS NA ATUALIDADE

Wayne Grudem - Dia 17 às 19:30h

A RELEVÂNCIA DA TEOLOGIA SISTEMÁTICA NO CONTEXTO BRASILEIRO

Franklin Ferreira – Dia 18 às 19:30h

A TEOLOGIA EVANGÉLICA E O MUNDO NIILISTA

Jonas Madureira – Dia 19 às 10:00h

Local e inscrições

Centro de Convenções Cidade Viva
R. Luzia Simões Bartolini, 100 - Aeroclube - João Pessoa - PB
Telefone: (83) 3041-7471
Também nos seminários:
Seminário Betel Brasileiro
Fones: (83) 3041-8116 / 3041-8110 / 3041-8100

Seminário Teológico Evangélico Congregacional
Fone: (83) 3231-8845

Seminário Teológico da Missão Juvep
e-mail: seminariojuvep@hotmail.com
Fone: (83) 3222-5567


Valor de inscrição: Seminaristas e professores R$ 15,00, demais participantes R$ 40,00. Garanta sua vaga!

Sobre os palestrantes:

Wayne Grudem é graduado em Harvard, mestre em divindade pelo Westminster Theological Seminary e doutor pela Universidade de Cambridge, foi professor titular do departamento de teologia bíblica e sistemática da Trinity Evangelical Divinity School durante vinte anos. Atualmente, leciona no Phoenix Seminary. É autor de diversos artigos e obras de referência no Brasil como Teologia Sistemática - atual e exaustiva e Entenda a fé cristã ambos publicados por Edições Vida Nova.

Franklin Ferreira é Bacharel em Teologia pela Escola Superior de Teologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie e Mestre em Teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, foi professor de teologia sistemática e história da igreja no Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil no Rio de Janeiro (1997-2007) e professor visitante no Seminário Teológico Servo de Cristo, São Paulo (2002-2006). É autor dos livros Gigantes da Fé e Agostinho de A a Z e também Teologia Sistemática publicado por Edições Vida Nova.

Jonas Madureira é bacharel em teologia pelo Betel Brasileiro e pela Universidade Presbiteriana Mackenzie; bacharel e mestre em filosofia pela PUC-SP e doutorando em filosofia pela USP. É professor de filosofia na Faculdade Teológica Batista de São Paulo, no Servo de Cristo e no Betel Brasileiro. Autor do livro Filosofia do Curso Vida Nova de Teologia básica.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

INDICO O BLOG DO RUBEM MENEZES




Indico o Blog do professor Rubem Menezes. Homem compromissado com a Palavra e com o ensino. Foi grande influenciador de educadores na IEQ, principalmente no Amazonas e São Paulo. Exemplo de mestre. Atualmente residente em São Paulo/SP. Mestre em Educação, Teólogo, Pedagogo, Pesquisador, Escritor, Palestrante, Desenhista, Cristão. Foi Secretário do Dep. de Educação da Igreja Quadrangular no Brasil. Lecionou no Instituto Teológico Quadrangular, Seminário Pentecostal de Deus no Brasil, Curso Expoente de Preparação para Concursos, Escola Estadual Marquês de Santa Cruz, Escola Estadual Márcio Nery, Curso Avançado de Teologia para Pastores, Faculdade Teológica de Ciências Humanas e Sociais Logos. Foi Coordenador Pedagógico da Escola Estadual Pedro Silvestre, Secretaria de Estado da Educação do Amazonas (Distrito do Careiro) e da Faculdade Teológica de Ciências Humanas e Sociais Logos. Exerceu ainda a função de Gestor Escolar da Escola Estadual Governador Melo e Povoas, Escola Estadual Thomé Ferreira Santiago, Curso Avançado de Teologia para Pastores e do Instituto Teológico Quadrangular de Manaus e de São Paulo (Santa Cecília). Hoje é professor no Centro de Estudos Teológicos Templo Vivo e Instituto Educacional de Carapicuíba.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

AGENDA (fique ligado...)


Onde estarei:

Janeiro/2011
  • Dia 05/01 - Reunião com Diretores das EBQ´s da Grande Recife;
  • Dia 12/01 - Capacitação com os Professores EBQ´s da Grande Recife;
  • Dia 20/01 - IEQ Sítio do Pintos (Escola Bíblica Quadrangular);
  • Dia 25/01 - IEQ Nova Descoberta: A Importância da Educação Bíblica para a Igreja;


Fevereiro/2011

  • Dia 06/02 - "Aula no Parque" com IEQ-Sede (Parque da Jaqueira/Recife-PE);
  • Dia 11/02 - Reunião com a Superintendente da Região 208 e Diretora Regional do DEBQ (IEQ Timbi);
  • Dia 14/02 - Reunião com Diretores da Grande Recife (IEQ Sede);


Contatos: ebqrecife@hotmail.com
Celson Coêlho
Diretor DEBQ-PE
Editor do Blog

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

AULA NO PARQUE, veja como foi...

Domingo pela manhã.
Bíblia em uma mão, a revista na outra.
Oração, inicia-se a aula...
Estamos em uma aula da Escola Bíblica? Na igreja?
Descrevemos mais uma aula, mas dessa vez não na igreja.
Sim, no domingo dia 06/02/2011 a nossa aula da Escola Bíblica não foi no templo da nossa igreja, como de costume.
PARTICIPAMOS DE UMA "AULA NO PARQUE".
Em meio a pessoas se exercitando, crianças brincando e famílias em momento de lazer, realizamos nosso "pic-nic" da EBQ (com aula é claro).
Saímos da igreja às 08:30h e nos dirijimos ao Parque da Jaqueira (Recife).
Com a presença de 120 alunos, tivemos uma manhã maravilhosa na presença de Deus.
Vejam as fotos:

Classe de Mulheres

Classe de Homens

Classe de Jovens

Classe de Adolescentes

Classe de Crianças

Reunidos no momento da volta

MAIS FOTOS EM NOSSO ORKUT: EBQRECIFE

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

NOSSO BLOG EM CONTATO COM TODO BRASIL

Tenho recebido vários email´s solicitando informações sobre as revisas e sobre a EBQ.
Respondo todos os contatos feitos. Sobre as revistas temos indicado o site da SGEC (http://www.quadrangulareducacao.org.br/website/). Também tenho sugerido contatos de Diretores ou educadores da IEQ conhecidos meus próximos da pessoa (exemplo a Prª Márcia em Campinas). Nessas trocas de email´s temos compartilhado nosso trabalho na Escola Bíblica em Recife. Tem sido muito edificante a troca de informações.
Segue abaixo alguns contatos feitos nos últimos dias:

Em 14/01/2011
"Bom dia , paz seja convosco ;
Sou professora da EBQ Vila Mimosa Campinas, gostaria de saber como posso adquirir estas revistas para EBQ
1º Adolescencia no seculo XXI
2º Levitico ( vivendo mais perto de Deus )
quanto custa cada revista
tem do professor e do aluno ?
no aguardo ,
obrigado

Elisabeth Trevizan"

Em 19/01/2011
"Bom dia Paz meu irmão amei seu blog estou interessado em seu estudo de sse ano sobre levitico qual o autor? onde poço compra-lo.

Prª Michelle
I.E.Q. Templo dos Sonhos
Ribeirão das Neves - MG "

Em 25/01/2011
"Bom dia Pastor CELSO COELHO, a paz seja convosco
Muito obrigada pela informação. tenho interesse sim na sua apostilha pois sou pastora auxiliar e diretora da DEbQ em minha igreja aqui em Ribeirão das Neves - MG. Gostaria de saber sobre a apostilha para aolecentes a da Pastora Alice Topan como posso adquiri-lá?
aguardo ansiosa sua resposta pois como este mês é férias na minha igreja e no mês todo de fevereiro terei estudos de capacitção para todos os professores de nossa igreja.
Quero iniciar em março o trimestre já com estes estudo. Tanto o LEVITICO como s ADOLCENCIA NO SECULO XXI.
atenciosamente

Michelle Silva
I.E.Q. TEMPLO DOS SONHOS "

Em 27/01/2011 (2 email´s)
"Boa tarde,
Gostaria de saber os nomes das revistas de escola bíblica que a IEQ possui, pois não consigo encontrar o acervo pela internet.

Priscila Pereira da Silva"

"Olá,
Sou da Igreja do Evangelho Quadrangular de Taquarituba S.P. Sou pastora auxiliar e também diretora da escola bíblica.

Priscila Pereira da Silva"

Em 28/01/2011
"oi boa noite, paz seja convosco.
meu nome é sergio, sou de santa cruz do sul RS, da II IEQ, e estamos com ideia de iniciar a Escola Bíblica no mes de fevereiro. estava dando uma olhada no site de vcs e vi um link com umas revistas para escola biblica.
Achei interessante e gostaria de ver com vcs quais os materiais que vcs estão utilizando, da onde cconseguiram, quais as divisões de classes que vcs estão adotando, ou seja, um resumo geral de como funciona a escola biblica de vcs. se puderem é claro hehehe.
Se vcs usam materiais diferentes pras cada turma ou dão a mesma materia, enfim, a parte didatica.
agradeço se puderem me ajudar.
Muito obrigado pela atenção.
Deus abençoe grandemente suas vidas e sua igreja."

Em 30/01/2011

"paz seja comvosco.
meu nome e carlos membro da 4ieq BIRIGUI-SP
Minha pastora neste ano de 2011 pretende ensinar sobre gênesis na ebd, mas infelizmente nâo estamos encontrando esta revista no esta de São palo.
Peço se caso voçês tenham exemplares, nâo precisa ser muitos, por favor me informem.
Desde ja lhe agradeço.
Fiquem com DEUS......DEUS os abençoe...."

Em 31/01/2011
"Que a paz esteja convosco!
Querido Celso, sou diretora DEBQ em Uberlândia-MG gostaria de saber como faço para adquirir as revistas para estudo em sala de aula, em especial para jovens.
No aguardo....

Kárita"


Celson Coêlho
Diretor do DEBQ-PE
Editor do Blog


domingo, 6 de fevereiro de 2011

LEVÍTICO, ofertas e sacrifícios (Subsídio para lição DEBQ 1T2011)

(imagem extraída de http://gospelhymns.blogspot.com/)
*Por Celson Coêlho

Os primeiros 7 capítulos de Levítico falam sobre ofertas e sacrifícios. São as instruções divinas para o culto que lhe será prestado. O culto do Seu povo deveria ser “agradável” (Lv 1.9), ou seja, aceito pelo seu Deus.

Os princípios dessas orientações devem fundamentar nossas ofertas nos dia de hoje (que vai além do dinheiro) e balizar o entendimento sobre a Obra Redentora realizada por Cristo.

LASOR (pg 89) sugere que os capítulos que falam sobre sacrifícios sejam divididos em duas seções: 1) Ensinos básicos sobre os sacrifícios (1─5) e 2) Detalhes administrativo (6─7). A primeira parte fala da oferta tendo como ponto de vista o ofertante (o leigo). A segunda, traz observações a partir dos sacerdotes (“especialistas” em ofertas).

O termo oferta (heb.qorban) é derivado da raiz que significa “aproximar-se”. Logo, oferta significa “aquilo com que alguém se aproxima de Deus”.

Cinco tipos de ofertas são descritas nos primeiros cinco capítulos do livro: Holocausto (1.1-17); Oferta de manjares (2.1-16); Sacrifícios pacíficos (3.1-17); Oferta pelo pecado (4.1-5.13); Oferta pelo sacerdote (5.14-19).

O primeiro capítulo nos oferece algumas considerações que são válidas de forma geral para as ofertas vistas no livro:

a) A oferta era voluntária, espontânea – Isso está expresso no verso 2: “Quando algum de vós trouxer oferta...” As ofertas eram pessoais e espontâneas, ao passo que as festas eram coletivas e obrigatórias (ver cap. 23). Ninguém era obrigado a trazer sua oferta. Mas, aquele que deseja o perdão precisava ofertar.

b) Seu objetivo é obter aceitação divina“... para que o homem seja aceito perante Deus.” (v3). HARRISON esclarece que o ofertante expressava “ações de graças, o desejo de uma renovada comunhão com Deus e um aprofundamento da vida de oração, ou para indicar a necessidade do perdão do pecado.” (pg 38) Com o passar do tempo os israelitas agiam com se a oferta fosse mais importante que a atitude interior (1Sm 15.22; Sl 51.16; Is 1.11-17; Mq 6.6-8). Jesus corrige os judeus de sua época quanto à importância da atitude do coração (Mt 5.23 e 24; Mc 12.33).

c) Qualidade da oferta“... oferta de gado, de rebanho ou de gado miúdo.” (v2) “... sem defeito...” (v3; ler também os versos 10 e 14). O animal oferecido deveria ser domesticado. O animal silvestre não traria nenhum custo ao ofertante e não receberia o devido cuidado. A oferta deve ter um custo para quem a oferece. Deveria ser o melhor gado.

d) Expiação por substituição“... para que seja aceito em favor dele, para sua expiação” (v4). Expiação (heb. Kipper) significa “cobrir” ou “ocultar” a ofensa. Expressando que o pecado não esta mais na presença do Senhor.

e) Participação ativa de quem oferta – “E porá a mão sobre a cabeça do holocausto... Depois imolará o novilho perante o Senhor.” (v 4 e 5) O ato da oferta não era apenas levar o animal a presença do sacerdote, cruzar os braços e deixar que “acontecesse” a oferta. O ofertante não deveria assumir uma atitude passiva. COLEMAM (pg 115) esclarece que “...porá a mão...” implica em pressionar com força. Além disso, a obrigação de matar o animal também era do ofertante, Lv 1.5: “imolará”. A NTLH[1] traduz por “o homem matará...” O adorador deveria matar o animal, tirar sua pele e cortá-lo. Era um “participante ativo” (HARRISON, pg 40) na adoração através da oferta.

f) Todos poderiam ofertar (proporcional a condição financeira) – O verso 14 diz: “Se a oferta ao Senhor for holocausto de aves...” Nem todos teriam condições de ofertar um animal de qualidade. Para as pessoas pobres, havia a possibilidade de se ofertar uma ave. As exigências eram poucas, não se diz que a ave deveria ser macho e sem defeito (ver 5.7; 12.8), afirma HARRISON (pg. 43). Todos poderiam se consagrar ao Senhor. (Inclusive o sacerdote deveria ofertar por si mesmo)

g) “Aroma agradável” – Além de aparecer em 1.9, a expressão ocorre mais 16 vezes no texto de Levítico. A tradução revista e atualizada traz a expressão “cheiro suave”. A NTLH, “cheiro agradável”. A oferta, quando realizada de forma correta, é agradável ao Senhor. A aceitação divina foi o que ocorreu em Gn 8.1, “o Senhor aspirou o suave cheiro...” Vemos aqui uma linguagem humana (antropomórfica) para expressar que Deus aceita a adoração de seu povo.

Paulo faz referência a esta aceitação em Ef 5.2 referindo-se a obra de Cristo. Também somos convocados pelo apóstolo em Rm 12.1 para apresentarmos nosso corpo como sacrifício agradável a Deus.

Observe a não aceitação divina do "fogo estranho" oferecidos por Nadabe e Abiú em Lv 10.1-7.


NOTA
1. Nova Tradução na Linguagem de Hoje

FONTES CONSULTADAS

1) BÍBLIA SAGRADA, Revista e Atualizada. São Paulo: SBB. 1993. 2ª Ed;
2) COLEMAM, Robert, Levítico in COMENTÁRIO BÍBLICO MOODY. Vol. 1. São Paulo: Imprensa Batista Regular. 1984.
3) HOFF, Paul. O Pentateuco. São Paulo: Vida. 1983.
4) HARRISON, R. K. Levítico, introdução e comentário. São Paulo: Vida Nova. 1983;
5) LASOR, William. HUBBARD, David. BUSH, Frederic. Introdução ao Antigo Testamento. São Paulo: Vida Nova. 1999;
6) LIMA, Josadak. Levítico. Revista DEBQ, 1T2011. Curitiba: SGEC. 2010.


(Reprodução autorizada desde que mantida a integridade do texto, mencionado o autor: Celson Coêlho e o blog: http://www.ebqrecife.blogspot.com/)


*Celson Coêlho
Diretor do DEBQ-PE
Editor do Blog
Contato: ebqrecife@hotmail.com