sábado, 27 de agosto de 2011

ENSINAR É CONVICÇÃO!




Por Celson Coêlho

1. Ensinar é convicção que a Bíblia é Palavra de Deus, infalível e padrão único de fé e conduta cristã; Não adianta ensinar a Bíblia sem crer em sua autoria divina;

2. Ensinar é convicção que seu ensino faz parte dos ministérios concedidos a Igreja; Não adianta realizar uma tarefa apenas para ocupar uma posição;

3. Ensinar é convicção que é Deus quem concede o ministério (dom); Não adianta preparação e esforço se não houver concessão divina do dom;

4. Ensinar é convicção que seu ensino, juntamente com os outros ministérios, é proveitoso para edificação do Corpo de Cristo; Não adianta brilhantismo sem edificação, estamos falando em vidas eternamente com ou sem Deus;

5. Ensinar é convicção no chamado real e pessoal; Não adianta formação, experiência ou indicação se não houver chamado. Este leva àqueles, aqueles não garantem este;

6. Ensinar é convicção que Deus, por de sua abundante graça, transforma a vida do mais viu pecador; Não adianta pensar que o ser humano não tem jeito. Nasceu assim, vai morrer assim; e

7. Ensinar é convicção que, na “escola de Deus”*, somos sempre alunos; Não adianta subir num pedestal de arrogância e pensar que já sabe muito, esta atitude é prejudicial à aprendizagem.

Convicções como essas são essenciais ao ensino, os outros aparatos são secundários!

Nota:
* Expressão emprestada de Calvino, para ele a Igreja é a escola de Deus.

Celson Coêlho
Editor do Blog

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante.
Porém, comentários ANÔNIMOS não serão publicados.
Celson Coêlho