sexta-feira, 27 de abril de 2012

APROFUNDAMENTO NECESSÁRIO!




2ª Jornada Quadrangular pelo Conhecimento
A Igreja do Evangelho Quadrangular  no Estado de São Paulo está de parabéns pela iniciativa (2º ano do evento).
Que Deus abençoe este propósito!
Segue resumo e link do evento:

"A Jornada Quadrangular pelo Conhecimento foi criada porque percebemos a necessidade de apresentar um conteúdo cristão mais profundo, tanto para líderes como para membros leigos, ou até mesmo para aqueles que simplesmente têm curiosidade em aprender sobre assuntos relacionados com Deus.

A cada evento, é proposto um tema central, pelo qual os preletores convidados procuram extrair o máximo de informação para enriquecer o intelecto e também o espírito de cada participante, utilizando métodos de estudo, pesquisa e resultados ao invés do formato de pregação.

A intenção do evento é sempre trazer profissionais, mestres e doutores renomados da teologia, com experiência para trazer, no mínimo, um resquício de dúvida. Não a dúvida da verdade central de Cristo, mas aquela dúvida que instiga a busca pela sabedoria, o interesse pelo aprendizado e pela pesquisa, enfim, a dúvida que faz com que o estudioso bíblico cresça a cada dia em conhecimento."
 

sábado, 14 de abril de 2012

CRENTE NÃO VIVE DE "MEME" ESPIRITUAL


Figura extraída de meme.yahoo.com
A grande rede nos força a inverter os valores. Tende a tornar real o que é virtual e a realidade vai se “virtualizando”.

Pessoas ficam desesperadas se passarem UM dia sem acessar as redes sociais. Parece que será um dia perdido.

As concepções e princípios da internet vão tomando conta dos nossos valores. Invadem nossas escolhas e influenciam nossas decisões. Para alguns, quanto mais conectado mais vivo...

Um dos conceitos (ou modismos) quase impostos pela rede é o do “meme”. Com certeza você já viu ou até compartilhou um “meme”, porém sem conhecimento. Você viu que Luiza está no Canadá? Riu com “para nossa alegria”? São alguns dos poucos “memes” jogados na rede recentemente. No caso da jovem Luiza, até a poderosa mídia televisiva se aproveitou do momento. O “para nossa alegria” não o assisti em momento algum. Parecia ridicularizar uma música cristã que para mim teve grande valor no início da minha caminhada. Não queria perder a estima desta canção apenas para estar na moda da rede.

“Memes” são os fenômenos instantâneos gerados na internet. Chegam a ter milhões de acessos na rede e depois de alguns dias, somem do mapa. Podem ser “uma piada, uma foto engraçada, um vídeo acidental.” (Exame.com) Pessoalmente os considero a “moda virtual”. As pessoas precisam conhecer para ter assunto nas rodas de amigos.

Muitos crentes parecem depender de “memes espirituais” para viver. Precisam se apegar a moda espiritual do momento. Seja um chavão, um “versículo amuleto”, um cacoete ou um objeto. Muitos se apegam a frases de canções famosas, os rits do momento. Principalmente se conter uma letra triunfalista.

Há dois anos tratei aqui no Blog de um possível “meme gospel”. O cristão, diziam, não pode desejar “parabéns para você”. Muitos ingeriram esse vírus. (Para ler clique AQUI)

Desde meus primeiros passos na fé, ecoa em meus ouvidos o alerta de Paulo:

“Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.” (Ef 4.14)

O apóstolo compara o ser menino com a imaturidade espiritual. Usou a expressão para si mesmo em 1Co 13.11. Quando também esclareceu que “quando chegou a ser homem, desistiu das coisas de menino.” A partir do seu aprendizado pessoal orientou posteriormente: “Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento.” 1Co 14.20

Na maldade os coríntios deveriam ser criancinhas. Sim, devemos ser inocentes em praticar o mal. Porém, com relação ao pensamento, ou em outras palavras: ao julgar as coisas se eram espirituais ou não; se trariam edificação ou não, deveriam ser maduros, crescidos [teleios]. A determinação inicial, conforme Morris é “parai de ser meninos no entendimento.” ( MORRIS, Leon. 1 Coríntios. Vida Nova, pg 158) Atente ao alerta de Godet: “Na verdade, é característico da criança preferir o divertido ao útil, o brilhante ao sólido.” (In Morris) É nitidamente semelhante a alguns cristãos ao preferirem o modismo.

Voltando ao texto de Efésios 4.14, ele se encontra em meio a um texto sobre maturidade na fé: Ef 4.7-16. Veja os termos “aperfeiçoamento”, “pleno conhecimento”, “perfeita varonilidade”, “estatura de Cristo”, entre outros.

Em outras palavras, Paulo está dizendo: “eu estou falando sobre como ser maduro na fé e a importância dessa maturidade, isso para deixarmos de ser crianças espirituais”. A imaturidade na fé tem a consequência de sermos “levados em roda por todo vento de doutrina”. Aqui se expressa a ideia de um barco em meio a um vendaval em um mar bravio. A NVI expressa melhor a analogia “levados de um lado para outro pelas ondas... jogados para cá e para lá”. Foulkes esclarece que “o verbo grego [...] dá a ideia de uma agitação tão violenta que pode tontear uma pessoa.” (FOULKES, Francis. Efésio. Vida Nova, pg 102)

Não nos apeguemos a “memes espirituais”. Deixemos o modismo da fé de lado. Os que assim caminham “são os cristãos imaturos. Parece que nunca conhecem sua própria vontade nem chegam a convicções firmes. Pelo contrário, suas opiniões parecem ser as do último pregador que ouviram ou do último livro que leram, e caem facilmente como presa de cada nova moda teológica.” (STOTT, John. Efésios. ABU, pg 124)

Quanto ao uso da internet, deixo o alerta de Isaltino Gomes. Se puder, leia o texto completo no link abaixo: “Tempo é um bem valioso. E se encurta diariamente. Cada dia, uma folha de nosso calendário é tirada e não é reposta. Não desperdice seu tempo. Se o Facebook ou a Internet tomam mais tempo seu que a vida espiritual, desculpe-me: sua vida está sendo perdida. A não ser que você seja tão pobre que nem note isto. Não perca seu tempo. E use-o para sua vida espiritual.”



Fontes:
A Ciência do Meme na Internet. In Exame.com acessado em 14/04/2012 às 18:15 (http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/1009/noticias/a-ciencia-do-meme?page=2&slug_name=a-ciencia-do-meme) .

Celson Coêlho
Editor do Blog

.

sábado, 7 de abril de 2012

O VALOR DA RESSURREIÇÃO


Inscrição atual na porta do suposto túmulo
onde Jesus foi "temporariamente" sepultado.
Tradução: "Ele não está aqui - porque ele
Ressuscitou."

“Por isso, o Pai me ama, porque eu dou a minha vida para a reassumir. Ninguém a tira de mim; pelo contrário, eu espontaneamente a dou. Tenho autoridade para a entregar e também para reavê-la. Este mandamento recebi do meu Pai.” (Jo 10.17 e 18)

*Por Celson Coêlho

Começo falando da Ressurreição pelo ensinamento do Bom Pastor. O Bom Pastor dá a vida pelas ovelhas. (Jo 10.11)

A passagem subescrita ao título desta postagem demonstra a autoridade de Jesus, o autor da vida . Jesus tinha controle sobre sua vida. Ele salienta por quatro vezes: “dou minha vida” (Jo 10.11, 15, 17, 18). Sua afirmação foge a analogia da prática pastoral dos judeus. O pastor não dava sua vida pelas ovelhas. Poderia defendê-las. Autosacrifíco, jamais.

Nunca gostei da tradução de João 19.30, quando no momento da crucificação diz que Jesus “rendeu o espírito” (tradução Almeida Revista e Atualizada - ARA). Render-se denota alguém que não tem poder para enfrentar o adversário. O verbo grego paredoken significa entregar voluntariamente, entregar com confiança. Entregar é a tradução usada pela Almeida Revista e Corrigida (ARC).

Não temos na cruz um fracote. Não temos um homem que foi vencido por seus adversários. Temos o autor da vida cumprindo a vontade daquele em quem ele tinha plena confiança: o Pai. Não foi um ato de derrota. Foi um ato de obediência!

Sua morte foi por nossa causa. Sua ressurreição por nossa justificação. (Rm 4.25)
A ressurreição de Cristo traz a garantia da nossa vitória eterna com Deus:
“Tragada foi a morte na vitória.
Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?
Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.
Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.
Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.”
(1Co 15.54b-58)

A ressurreição de Cristo é pedra fundamental para nossa fé. (1Co 15.14, 17)
Nesse domingo de Páscoa celebremos a ressurreição de Cristo.

Celebremos também a ressurreição garantida por Cristo:
“E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.
E, se o Espírito daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita.” (Rm 8.10-11)

Celson Coêlho
Editor do Blog

.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

DEUS ME AMA - Revista DEBQ Maternal 2T2012 (0 a 2 anos)



Bem vindo ao Manual Deus Cuida de Mim. O Estatuto da criança no seu 4º artigo declara que é dever da família, do estado garantir proteção integral para a criança, mas entendemos que todos esses segmentos poderão falhar no exercício desta função. Por isso, querido (a) professor (a), as lições contidas neste Manual para o berçário ensinarão a cada criança sobre o cuidado de Deus, sua fidelidade ao cuidar. Como Deus cuidou de cada criança no deserto, com uma nuvem durante o dia para protegê-los do sol, para não queimar a pele, e assim tornar a viagem agradável. A noite era uma linda coluna de fogo aquecendo a cada bebê, criança e adulto. Que tremendo é esse nosso Deus a cuidar dos seus filhos!

Neste trimestre aproveite para inculcar no coraçãozinho de cada criança o prazer de ter Deus como Pai que cuida. Jesus disse: “Deixai vir a mim as criancinhas porque das tais é o Reino de Deus”. Lc 18:16

Lição 1 – Deus me Ama – E me livra do mal.
Lição 2 – Deus me Ama – E cumpre a promessa.
Lição 3 – Deus me Ama – E realiza meus sonhos.
Lição 4 – Deus me Ama – E cuida de mim.
Lição 5– Deus me Ama – E me abençoa.
Lição 6 – Deus me ama – E eu te amo.
Lição 7 - Deus me ama - E me corrige.
Lição 8– Deus me Ama – E gosta de ficar comigo.
Lição 9– Deus me Ama- E tem um plano maravilhoso pra mim.
Lição 10– Deus me Ama – E se eu andar com Ele, seguro estarei.
Lição 11 – Deus me Ama – E supre as minhas necessidades.
Lição 12 – Deus me Ama - E me fez forte e feliz.
Lição 13– Deus me Ama – E me deu amigos.

(Fonte: www.sgec.org)

JESUS MEU PRESENTE ESPECIAL - Revista DEBQ Maternal 2T2012 (3 e 4 anos)



Olá! Aqui estamos para compartilhar o amor de Deus aos pequeninos. Você que trabalhou a primeira revista do trimestre pode acompanhar o bom desenvolvimento das crianças no conhecimento de Deus como o Criador de tudo e de todos, poderá então dar continuidade a este ministério tão especial.

Nesta segunda revista abordamos paternidade de Deus, em Jesus Cristo. A identidade de filhos de Deus deve ser transmitida aos pequeninos: somos da família de Deus! Através das lições a criança deverá ser ensinada que Deus a ama como ela é, e que Deus se importa tanto com ela que enviou Jesus, o nosso melhor presente. Ao longo do trimestre a criança aprenderá que Jesus, o filho de Deus, vai proteger curar, e será seu melhor amigo e o único Salvador, o qual caminhará para sempre ao seu lado. Ao receber Jesus a criança se torna filha de Deus, tem uma nova identidade e passa a fazer parte da grande família do Senhor!

Enfatize que Jesus é o filho de Deus, conte as historinhas de forma que a criança vá compreendendo que o bebezinho Jesus cresceu, e então ele percorreu várias cidades, foi ensinado, curando e cuidando das pessoas, e hoje cuida das crianças e quer ser seu Salvador. Portanto, como filhos de Deus, passamos a ser família de Jesus também!

Desejo que você também possa crescer em graça e conhecimento e também seja renovado (a) no amor do Pai.

Sumário
Conversa de Professor 4
Lição 1 - Onde está o bebê Jesus? 06
Lição 2 - Jesus está me chamando 09
Lição 3 - Conversando com Papai do Céu 11
Lição 4 - Jesus vai me curar 14
Lição 5 - Ai, ai que medo 17
Lição 6 - Sou uma árvore boa sim 20
Lição 7 - Que legal, uma história 23
Lição 8 - Só tem isso? 26
Lição 9 - Não vou tirar os olhos de Jesus 29
Lição 10 - Viva Jesus, Viva 30
Lição 11 - Ame a todos 32
Lição 12 - Não vou esquecer 38
Lição 13 - Sou um Missionariozinho 41

(Fonte: www.sgec.org.br)

NOSSO AMIGO É DEUS - Revista DEBQ Infantil 2T2012 (5 e 6 anos)



Esta revista foi elaborada por uma equipe de educadores do Rio de Janeiro e está destinada a faixa etária de cinco e seis anos de idade e faz parte do novo currículo do DEBQ Infantil desenvolvido para as crianças de 5-6 anos.

Mais um trimestre se inicia e, para glória de Deus, já estamos juntos há alguns meses neste projeto da Secretaria Geral de Educação e Cultura para o Departamento de Educação Bíblica Quadrangular Infantil.

Durante este trimestre, estaremos abordando o tema “NOSSO AMIGO É DEUS” a fim de proporcionar às nossas crianças uma intimidade com Deus. Que, a cada aula, elas possam se identificar com os personagens bíblicos tornando-se agentes participativos durante o processo de ensino/aprendizagem.

Queremos nos dirigir a você: pai, mãe ou responsável por essas crianças. A tarefa de educar é da família. E você é a pessoa mais importante para esta criança, auxiliando-a para aplicar o que foi aprendido na igreja, para que venha ser vivenciado em casa. Ajude-a nos desafios semanais, envolva-se, permita-se ser um canal de Deus na vida deste pequenino.

Que o amor de Deus e a graça de Cristo sejam abundantes em sua vida.

Até breve,

‘“E creu Abrão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus.” Tiago 2: 23

LIÇÃO 1 - ELE ME ANIMA
LIÇÃO 2 - ELE ME DÁ VITÓRIA
LIÇÃO 3 - ELE ME ESCOLHE
LIÇÃO 4 - ELE FAZ MILAGRES POR MIM
LIÇÃO 5 - ELE ME UNGE
LIÇÃO 6 - ELE ME ALIMENTA
LIÇÃO 7 - ELE CUIDA DE TUDO
LIÇÃO 8 - ELE ME FAZ SURPRESAS
LIÇÃO 9 - ELE ME LIVRA DO PERIGO
LIÇÃO 10 - ELE ATENDE A MINHA ORAÇÃO
LIÇÃO 11 - ELE ME PROTEGE
LIÇÃO 12 - ELE NÃO ME DEIXA
LIÇÃO 13 - ELE ME GUARDA

O SENHOR NOS SEPAROU UM POVO SANTO - Revista DEBQ Infantil 2T2012 (7 a 9 anos)



É com a alegria do Senhor que apresentamos a revista “O SENHOR SEPAROU UM POVO SANTO – SÓ PARA ELE!” à igreja, professores, alunos e familiares, com a certeza de que estudando as lições fundamentadas na Bíblia Sagrada nossos filhos crescerão na graça e no conhecimento do Senhor Deus, tornando-se cidadãos que lideram sua geração e fazem a diferença no seu tempo.

A revista servirá como apoio pedagógico ao professor, e material de estudo bíblico às crianças e seus pais, segundo o mandato cultural de Deus para a família – Dt. 6.7 “e ensinarás a teus filhos, e delas falarás sentado em tua casa e andando pelo caminho, ao deitar-te e ao levantar-te”.

Enfatizamos o estudo desta revista em família, porque é ali que os princípios e valores: éticos, estéticos e morais se estabelecem e devem ser cultivados ao longo da vida. Eduquemos a criança para não precisar puni-la quando se tornar adulta. Mencionando os educadores - não negligenciem o mandato cultural estabelecido na Bíblia Sagrada em Mateus 28.19,20, à igreja - ressaltamos que seu papel social é educar os cidadãos de sua comunidade, desde a tenra idade para que tenham vida ordeira, próspera e feliz.

Igreja, Estado e sociedade são instituições auxiliares na formação das crianças, enquanto proporcionarem apoio para reafirmar os valores mais caros ao Senhor. Todo ensinamento fora do propósito de Deus deve ser repudiado pela família cristã.

No intuito de atender às demandas educacionais cristãs foram elaboradas as lições da revista. As crianças aprenderão a amar e obedecer ao Senhor, sendo assim parte do povo especial, santo e separado para Deus. Desejamos que a revista provoque o renovo, instigue o estudo e fortaleça a fé, promovendo qualidade de vida cidadã cristã genuína e vida pessoal com Deus. Aos educadores, familiares e alunos bons estudos, e que Deus lhes abençoe!

(Fonte: www.sgec.org.br)

DEUTERONÔMIO: OBEDECENDO PARA PROSPERAR - Revista DEBQ Jovens/Adultos 2T2012



Com esta revista, estamos dando continuidade ao novo currículo da SGECda Igreja Quadrangular, para a Escola Bíblica que visa uma melhor compreensão das Escrituras Sagradas, onde estudará a Bíblia toda,livro por livro, capítulo por capítulo.Deuteronômio, de onde foram extraídas estas lições significa segunda Lei, asaber, a exposição da Lei. Este quinto e último livro de Moisés é um eloquente convitepara aqueles que desejam prosseguir nos caminhos do Senhor, conhecendoo passado para compreender o presente e prosperar no futuro.Este livro marca uma fase de transição para uma nova experiência e possessãodo povo escolhido de Deus. É uma segunda oportunidade que Deus estádando, através da reiteração da Lei para aquela nova geração nascida no desertoe prestes a entrar na Terra da Promessa.• Nos capítulos 1 a 11 temos retrospecção e reflexão: são tratos graciosos,sábios e justos do Senhor na história do seu povo.• Nos capítulos 12 a 34 temos previsão e admoestação: Deus renova Suaspromessas a Israel quanto ao seu futuro.Assim como o apóstolo Paulo, temos que considerar que a mensagem deDeuteronômio se aplica tanto a Israel como a nós (Dt 25.4 cf. 1 Co 9.10). Neste sentido, oramos para que Deus nos abençoe no estudo destas lições, vivificandoa Sua Palavra de tal maneira em nós, que produza fortalecimento espiritual ao seu coração.

Lição 1 - Recordando o cuidado providencial de Deus
Lição 2 - O caminho da prosperidade espiritual
Lição 3 - Revendo as diretrizes básicas da vida cristã
Lição 4 - Deixando um legado espiritual
Lição 5 - A marca dos escolhidos de Deus
Lição 6 - Aprendendo a cultuar ao Senhor
Lição 7 - O perigo dos fenômenos religiosos
Lição 8 - A responsabilidade ecológica do cristão
Lição 9 - A verdade bíblica sobre o divórcio
Lição 10 - O privilégio de poder contribuir para a obra de Deus
Lição 11 - Bênção e maldição: eis a questão
Lição 12 - O caminho da vida abundante
Lição 13 - Os últimos passos de um homem de Deus

(Fonte: www.sgec.org.br)

Conforme a SGEC, nesse trimestre serão disponibilizadas duas revistas com dois temas, Atos e Deuteronômio. Talvez pelo motivo de no primeiro trimestre não ter sido abordado um livro da Bíblia e sim o tema Família Cristã.
Acredito que ter dois temas disponíveis no mesmo trimestre para Jovens e Adultos tende a enfraquecer o propósito de trazer unidade entre as Escolas Bíblicas Quadrangular. Poderia ter aplicado um dos temas e o outro vir na sequência.

Celson Coêlho
Editor do Blog

terça-feira, 3 de abril de 2012

ATOS: PODER PARA CONQUISTAR - Revista DEBQ Jovens/Adultos 2T2012



"Nosso Objetivo em cada revista é que o texto bíblico seja exaustivamente examinado no contexto da maior escola do mundo:a Escola Bíblica.
Estudar o livro de Atos é uma aventura fascinante, estudaremos sobre a atuação do Espírito Santo, o sensacional movimento de Pentecostes, a conversão do apóstolo Paulo, o início da igreja e o avanço do Evangelho no mundo.
As viagens missionárias, acontecimentos eletrizantes e milagrosos. A transformação ocorrida no mundo da época através do trabalho missionário realizado por Paulo. O coração amável e pastoral de Barnabé, que exerce uma tarefa primordial para a consolidação das igrejas naquele contexto.

Por fim, o livro termina com a ida do apóstolo Paulo para Roma, o grandeprotagonista do livro, encerra seu ministério, testemunhando de sua fé até o ultimo momento de sua vida.“Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Já agora acoroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda.”(II Tim 4.7)

Lição 1
O ENVIO DOS DISCÍPULOS ATÉ OS CONFINS DA TERRA - Atos 1.1-8

Lição 2
A VINDA DO ESPÍRITO NO DIA DE PENTECOSTES - Atos 2.1-13

Lição 3
A VIDA NA PRIMEIRA IGREJA - Atos 2.42-47 Atos 4,32-37 Atos 5,12-16

Lição 4
ANANIAS E SAFIRA - Atos 5.1-11

Lição 5
O SERVIÇO NA IGREJA - Atos 6.1-7.

Lição 6
A CONVERSÃO E VOCAÇÃO DE SAULO - Atos 9.1-19a

Lição 7
O COMEÇO DA IGREJA CRISTÃ EM ANTIOQUIA - Atos 11.19-26

Lição 8
A PRIMEIRA VIAGEM MISSIONÁRIA O ENVIO DE BARNABÉ E PAULO - Atos 13.1-12

Lição 9
A SEGUNDA VIAGEM MISSIONÁRIA – A NOVA PARTIDA - Atos 15.36-41

Lição 10
A EVANGELIZAÇÃO EM TESSALÔNICA E BEREIA - Atos 17.1-152

Lição 11
A TERCEIRA VIAGEM MISSIONÁRIA - Atos 18.18-23

Lição 12
A VIAGEM PARA JERUSALÉM O DISCURSO DE PAULO PERANTE FESTO E AGRIPA- Atos 26.1-32

Lição 13
A VIAGEM POR MAR ATÉ ROMA - Atos 27.1-44

(Fonte: www.sgec.org.br)

AMIGOS! INFLUENCIO OU SOU INFLUENCIADO? - Revista DEBQ Juniores 2T2012



"Segundo o dicionário Aurélio, amizade é “sentimento fiél de afeição, simpatia, estima ou ternura entre pessoas que geralmente não são ligadas por laços de família ou por atração sexual” ou ainda pode ser “estima, simpatia ou camaradagem entre grupos”.

Ampliando a definição, a amizade é um relacionamento entre pessoas de fora dos laços da família, com base na confiança e no prazer de compartilhar experiências vividas, incluindo os segredos e aspectos particulares da pessoa.

Foi realizado um recorte, no sentido de apontar a amizade dentro da Palavra de Deus. O conteúdo da revista apresenta Jesus e algumas pessoas com as quais Ele teve amizade e outras amizades no Antigo Testamento entre homens e mulheres da Bíblia. Ao orarmos ao longo da escrita dessa revista colocamos os seguintes aspectos diante de Deus: a amizade no sentido geral e no contexto familiar evangelístico.

Esperamos que no final do estudo dessa revista, o aluno que foi exposto a esse ensinamento, perceba:
A importância de ser amigo de Deus;
Ser amigo de quem, eis a questão;
Toda escolha, mesmo de amigos, deve ser realizada debaixo de oração.
Desejamos que as igrejas tenham juniores que busquem a Deus e desenvolvam o caráter cristão desejado pelo Senhor!

Deus nos abençoe!
Pra. Márcia Pinheiro & Equipe."

(Fonte: www.sgec.org.br)

DIGA-ME COM QUEM ANDAS, E TE DIREI QUEM ÉS! - Revista DEBQ Adolescentes 2T2012



"A palavra de Deus nos diz em I Coríntios 15:58 que nosso trabalho, no Senhor, nunca é em vão. Espero que esta revista possa conduzi-lo nesta maravilhosa jornada do conhecimento lhe proporcionando sabedoria, graça e instrução para a ministração das aulas propostas. Tenho certeza de que o Senhor é contigo e lhe capacitará em todo o tempo.

“O Senhor te abençoe e te guarde. O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti. O Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz” Números 6:24-26. “DIGA-ME COM QUEM ANDAS...QUE TE DIREI QUEM ÉS!”

Cada lição foi preparada visando um tempo de aula de cerca de 40 minutos, observando a seguinte estrutura:
DE OLHO NA PALAVRA: texto bíblico base da aula
ALVOS: três tópicos desenvolvidos mediante o tema proposto da aula
PONTO DE PARTIDA: introdução
*Professor, desenvolva os tópico sugerindo que os alunos leiam cada um dos versículos propostos.

PONTO DE CHEGADA: conclusão
RODA DE CONVERSA: dinâmica"

(Fonte: www.sgec.org.br)