sábado, 7 de abril de 2012

O VALOR DA RESSURREIÇÃO


Inscrição atual na porta do suposto túmulo
onde Jesus foi "temporariamente" sepultado.
Tradução: "Ele não está aqui - porque ele
Ressuscitou."

“Por isso, o Pai me ama, porque eu dou a minha vida para a reassumir. Ninguém a tira de mim; pelo contrário, eu espontaneamente a dou. Tenho autoridade para a entregar e também para reavê-la. Este mandamento recebi do meu Pai.” (Jo 10.17 e 18)

*Por Celson Coêlho

Começo falando da Ressurreição pelo ensinamento do Bom Pastor. O Bom Pastor dá a vida pelas ovelhas. (Jo 10.11)

A passagem subescrita ao título desta postagem demonstra a autoridade de Jesus, o autor da vida . Jesus tinha controle sobre sua vida. Ele salienta por quatro vezes: “dou minha vida” (Jo 10.11, 15, 17, 18). Sua afirmação foge a analogia da prática pastoral dos judeus. O pastor não dava sua vida pelas ovelhas. Poderia defendê-las. Autosacrifíco, jamais.

Nunca gostei da tradução de João 19.30, quando no momento da crucificação diz que Jesus “rendeu o espírito” (tradução Almeida Revista e Atualizada - ARA). Render-se denota alguém que não tem poder para enfrentar o adversário. O verbo grego paredoken significa entregar voluntariamente, entregar com confiança. Entregar é a tradução usada pela Almeida Revista e Corrigida (ARC).

Não temos na cruz um fracote. Não temos um homem que foi vencido por seus adversários. Temos o autor da vida cumprindo a vontade daquele em quem ele tinha plena confiança: o Pai. Não foi um ato de derrota. Foi um ato de obediência!

Sua morte foi por nossa causa. Sua ressurreição por nossa justificação. (Rm 4.25)
A ressurreição de Cristo traz a garantia da nossa vitória eterna com Deus:
“Tragada foi a morte na vitória.
Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?
Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.
Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.
Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.”
(1Co 15.54b-58)

A ressurreição de Cristo é pedra fundamental para nossa fé. (1Co 15.14, 17)
Nesse domingo de Páscoa celebremos a ressurreição de Cristo.

Celebremos também a ressurreição garantida por Cristo:
“E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.
E, se o Espírito daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita.” (Rm 8.10-11)

Celson Coêlho
Editor do Blog

.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante.
Porém, comentários ANÔNIMOS não serão publicados.
Celson Coêlho