quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

PROPOSTA HOMOFÓBICA


Reportagem do NETV, Jornal local da Rede Globo, edição noturna de 16/01/2013, tenta evidenciar o crescimento de crimes homofóbicos. Boa parte da reportagem tomou como base a estatística de ONG´s que tem interesse no assunto. Diz o apresentador: “... aumento de crimes com características homofóbicas...”. Na reportagem, assevera outro repórter: “... uma realidade inaceitável: os crimes motivados pelo preconceito contra gays, lésbicas, transexuais e travestis...
Na mesma reportagem, ao final, com MENOS evidência, veja o que diz o delegado com a estatística da Secretaria de Defesa Social do estado: “... 81% dos casos têm a motivação delineada [quase definida]. Nenhum desses casos há conotação homofóbica... Nós temos como motivação principal o crime passional e a segunda motivação o latrocínio.” (Entre colchetes meu)
Se todos aceitarem o Brasil como um país homofóbico, fica fácil aprovar leis que podem favorecer minorias em detrimento de valores da democracia, tais como liberdade de expressão.
Não devemos aceitar qualquer tipo de violência. Deve-se agir com rigor contra expressões de violência contra a vida. Inclusive o preconceito em relação à cor, raça, posição social ou opção sexual.
Contudo, devemos entender os interesses obscuros que tentam nos vender.
Veja a reportagem no link abaixo.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante.
Porém, comentários ANÔNIMOS não serão publicados.
Celson Coêlho