terça-feira, 12 de abril de 2016

A TERRA ERA SEM FORMA E VAZIA, E COMO TINHA ÁGUA?



*Por Celson Coelho

“No princípio criou Deus os céus e a terra. A terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas.” (Gn 1.1,2)

A terra era vazia, como pode ter água? Essa pode ser a dúvida de alguns quanto à narração da criação registrada em Gênesis (Gn).

O texto bíblico nos revela ações da criação de Deus. Não se constitui um ato único. Os dois primeiros versículos de Gênesis nos mostram a criação como um todo (“céus e terra”, v. 1) e que estava sem organização (“sem forma e vazia”, v. 2).

Do versículo 3 em diante, a partir da interação divina com o universo criado, o texto bíblico nos mostra as ações de organização do universo criado (vejam termos como “disse Deus”, “criou Deus”, “fez Deus”).
Então o que temos num primeiro momento é a criação de forma geral, de forma bruta ou primitiva (sem organização) e depois os detalhes dessa criação (sua organização).

Com esse panorama fica melhor entendermos o “vazia” e o ter “água”. Do versículo 6 ao 10 existe uma longa descrição da organização das águas, neles não descreve-se a criação das águas. Apenas sua organização. Em nenhum outro momento no relato de Gn 1 fala-se sobre a criação das águas. Logo, subtende-se que as águas foram criadas no momento da criação “dos céus e da terra” (a criação geral) e depois ocorreu sua organização. Ou seja, as águas existiam desde o começo da criação.

E o termo vazia (v. 2) o que quer dizer? Ele refere-se à desocupação da terra. Ainda não existiam as espécies descritas nos versículos seguintes. A palavra “vazia” juntamente com “sem forma”, “trevas” e “abismo”, procuram evidenciar que ainda faltava a ação organizadora de Deus.
Completando toda a criação “viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom.” (Gn 1.31)


Celson Coêlho

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante.
Porém, comentários ANÔNIMOS não serão publicados.
Celson Coêlho