terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Lucas 3: PAU QUE NASCE TORTO NÃO MORRE TORTO!

Por Celson Coêlho

No início da vida cristã vi uma analogia de como seria o arrependimento: é você estar em um ônibus e ao saber que ele vai para o caminho errado, pedir parada e tomar o ônibus certo. Uma ilustração válida, porém simples para uma atitude não tão simples assim.

Arrependimento é o centro na mensagem de João Batista em Lucas capítulo 3. Sua pregação afirma: “todo vale se encherá, e se abaixara todo monte e outeiro; e o que for tortuoso ficará direito, os caminhos irregulares ficarão planos” (Lc 3.5). Temos um ditado que diz: “pau que nasce torto morre torto.” Falando hoje João Batista diria: “nada disso meu amigo! Pau que nasce torto será endireitado.”

Devemos lembrar que a perspectiva bíblica não é abstrata; não apenas teoria. Quando interrogaram João sobre o que fazer, ele foi claro: “repartir o que tem com o próximo. Não cobrar o desnecessário. Não maltratar o outro” (Lc 3.10-14). Ou seja: “tenham atitude!”

Arrependimento é uma palavra de destaque no Evangelho. Mas também é uma atitude necessária para vida cristã.


0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante.
Porém, comentários ANÔNIMOS não serão publicados.
Celson Coêlho