sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Lucas 6: CUIDADO COM A PRESUNÇÃO


 Por Celson Coêlho

Vivemos uma época que o espírito de conquista nos é imposto. Desde a infância somos impulsionados a competir. A cada momento parece estarmos nessa busca de “quanto mais, melhor”.

Ao formar seu grupo de discípulos Jesus sabia disso. Em Lucas 6 ele vai demonstrar preocupação nesse sentido, pois quando o espírito de conquista impera as vidas são ignoradas.

Tendo uma multidão que o seguia e vendo a repercussão de seus milagres, achou por bem de início alertar seus discípulos mais próximos: “O discípulo não está acima do seu mestre; todo aquele, porém, que for bem instruído será como o seu mestre” (Lc 6.40).

Existe uma corrida para ser o melhor em todas as áreas. Estar acima é o alvo. Chegar ao topo. Com isso se cria a presunção de ser melhor que o outro. Lembremos que presunção significa opinião excessivamente boa acerca de si.

Jesus continuou com seu alerta: se você se achar o melhor, sabe o que vai acontecer? Você vai enxergar um cisco no olho do outro, mas não enxergará uma trava no seu. Ou seja, você vai assumir uma posição de superioridade moral. Isso impedirá de ajudar o teu irmão (Lc 6.41, 42). Agindo assim você será como um cego guiando outro cego, o fim dos dois será um barranco, será a queda (Lc 6.39).

A presunção torna a leve imperfeição do outro mais aparente que uma grande imperfeição em nós.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante.
Porém, comentários ANÔNIMOS não serão publicados.
Celson Coêlho